A esposa faleceu durante o parto e agora está a realizar os sonhos dela ao lado do filho

Sharry, a esposa de Jared, morreu durante o parto do único filho do casal em junho de 2016. Depois de passar por esta experiência traumatizante, o marido encontrou algumas gravações que Sharry fez de si mesma a cantar e tocar guitarra.

Como era apaixonada por música, chegou a publicar alguns vídeos no YouTube, mas as novas gravações que o marido encontrou estavam num formato que ele não conseguia aceder. Com isto, lembrou-se de fazer um pedido na Internet para ajudar a abrir os arquivos.

No seu texto, escreveu que a sua esposa, Sharry Buhanan-Decker, morreu a dar à luz o seu primeiro bebé e “só queria conseguir ouvir sua voz novamente”.

Jared fez upload das gravações para uma pasta do Google Drive e partilhou-as. Poucas horas depois, várias pessoas converteram os arquivos e enviaram de volta.

Agora pai e bebé ouvem a música gravada pela sua mãe todas as noites antes de dormir.

Segundo os médicos, Sharry morreu devido a uma embolia por líquido amniótico. Por causa do nascimento traumático, pois o filho nasceu através de uma cesariana de emergência, os médicos pensaram que o bebé poderia ter problemas sérios.

 

Depois de um período na UTI neo-natal, o menino foi para casa e agora, aos 4 meses de idade, está a superar as expectativas.

Oneplus 5

“No início, diziam que o meu filho seria cego, nunca andaria, não se alimentaria, teria paralisia cerebral, dificuldades severas de aprendizado e uma vida curta”, contou Jared ao Huffington Post.

Atualmente ele atualiza o blog que Sharry começou com artigos sobre o seu filho.

Num post recente, publicou a lista de sonhos que Sharry gostaria de realizar na sua vida e divulgou que pretende fazer tudo que ela listou, na companhia do filho.

Ama doa parte do fígado para salvar menina de 1 ano de quem toma conta

Ama doa parte do fígado para salvar menina de 1 ano de quem toma conta

"5 Para a Meia Noite" faz vídeo arrasador para Trump sobre Portugal

“5 Para a Meia Noite” faz vídeo arrasador para Trump sobre Portugal