Para proteger os rinocerontes, este parque atira a matar contra os caçadores

0

O “Kaziranga National Park” é uma história de sucesso na conservação de rinocerontes.

O que eles fizeram para alcançá-lo foi permitir que seus trabalhadores disparassem, e até mesmo a matar, sobre os potenciais caçadores furtivos que apareçam por lá. Até agora, os funcionários do parque já mataram 50 pessoas.

PORTES GRÁTIS - NÃO PÁRA NA ALFÂNDEGAGearbest Banner

Os rinocerontes hoje em dia estão seguros neste parque. Há um século havia somente um punhado deles. Agora, o parque abriga mais de 2.400, o que representa dois terços da população mundial.

No entanto, pouco é falado sobre o fato de que em 2015, mais pessoas foram mortas a tiro pelos guardas do parque, do que o número de rinocerontes mortos por caçadores furtivos.

Todos estes caçadores iam atrás dos chifres de rinoceronte, que poderiam depois vender por mais de $6.000 para cada 100g, consideravelmente mais caro do que o ouro.

Os chifres são principalmente comercializados como uma cura milagrosa para tudo, desde o cancro à disfunção erétil.

Sim, os rinocerontes precisam de proteção, mas será que estas medidas foram longe demais? Os trabalhadores do parque nacional podem matar uma pessoa e escapar impunemente?

A questão é: este tipo de “castigo” pode ser justificado? Deixa-nos a tua opinião!