in

Esta golden retriever é a última heroína dos cães de resgate do 11 de setembro

Nesta sexta-feira, o ataque às Torres Gémeas completa 14 anos, um aniversário que ninguém gostaria de relembrar. Mas por outro lado, o dia é de comemoração para uma heroína que foi muito importante nesta tragédia.

Bretagne é uma golden retriever de uma equipa de resgate do Texas que entrou em ação ainda cachorrinha depois do 11 de setembro.

Completando 16 anos, ela é a última agente canina viva entre os cães que atuaram nas buscas. Por isso, o dia do seu 16º aniversário foi mais especial do que os outros. O motivo? Bem, o motivo foi o passeio por Nova Iorque, a cidade que ela um dia protegeu e ajudou com tanta dedicação.

Conhece Bretagne, a cadela de 16 anos que ajudou a procurar sobreviventes no 9/11.

last-9-11-rescue-dog-birthday-party-new-york-bretagne-denise-corliss-1 (1)

Há 14 anos atrás ela foi destacada na sua primeira missão – procurar sobreviventes!

last-9-11-rescue-dog-birthday-party-new-york-bretagne-denise-corliss-7

Bretagne até trabalhou como cão terapeuta – uma vez, ela até desobedeceu as ordens do seu tratador e foi confortar um bombeiro desesperado.

last-9-11-rescue-dog-birthday-party-new-york-bretagne-denise-corliss-6


last-9-11-rescue-dog-birthday-party-new-york-bretagne-denise-corliss-4
last-9-11-rescue-dog-birthday-party-new-york-bretagne-denise-corliss-8

Aqui está o vídeo sobre o dia especial de Bretagne

Foram à pesca e acabaram por “pescar” dois gatinhos abandonados

Moradores salvam cadela grávida que foi enterrada viva na Rússia