in

Lambem e beijam santuários religiosos no epicentro do coronavírus no Irão

O jornalista Masih Alinejad partilhou imagens alarmantes de peregrinos a lamber as superfícies dos santuários sagrados na cidade iraniana de Qom, local que foi o epicentro do surto do coronavírus covid-19 no Irão, onde já matou 77 pessoas e infectou mais de 2330, e que o torna um dos países com maior número de mortos pelo coronavírus fora da China, o epicentro do surto.

No vídeo, os peregrinos dizem não ter medo porque, segundo eles a fé os protege, e inclusive incentivam a comunidade a visitar esses templos.

Masih aponta o dedo às autoridades locais que nada fizeram para evitar que os peregrinos parassem de beijar e lamber as superfícies dos santuários religiosos.

Após o vídeo se ter tornado viral nas redes sociais, as pessoas que surgem nas imagens foram presas, e o Ministério de Saúde iraniana alertou sobre o perigo de contrair o covid-19 ao lamber as superfícies dos santuários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Beagle bebé abraça gato enquanto ambos observam os pássaros

Governo aprova! Alunos do Profissional sem exames nacionais no acesso ao Superior