in

Árbitro manda repetir penálti 3 vezes… (até o jogador conseguir marcar)

O Anadia FC deslocou-se ao terreno do Torreense para disputar o encontro relativo à 25ª jornada da Série C.

Os visitantes, que estão bem envolvidos na luta pela subida, adiantaram-se aos logo aos seis minutos e levaram essa vantagem para o descanso. Aos 65 minutos, com o placard ainda a assinalar 0x1, o árbitro Luís Reforço assumiu um plano de destaque.

Na sequência de um lance dividido na área dos trevos da Bairrada, o juiz setubalense assinalou uma falta duvidosa sobre Marcos Júnior e expulsou João Paulo com um vermelho direto. Se a situação já foi surpreendente, ficou ainda mais.

O vetereno Evaldo foi chamado para bater o castigo máximo, mas errou a baliza. Após este falhanço, o árbitro mandou repetir o penálti e Evaldo atirou para defesa de Alexandre Verdade. Para espanto de todos, o juiz Luís Reforço voltou a considerar violação da área e marcou… novo pontapé de grande penalidade. à terceira, o batedor mudou e Marcos Júnior (71′) fez o empate.

Já perto do final, Leandro Souza (88′) fez a reviravolta e deu o triunfo ao Torreense. Nota ainda para a disciplina do Anadia FC, que viu dois jogadores serem expulsos e oito amarelos exibidos aos seus jogadores. No final da noite, a imprensa nacional revelou que o Conselho de Arbitragem (CA) chamou o árbitro Luís Reforço com «caráter de urgência», sendo que o juiz setubalense fica, para já, fora dos próximos encontros do Campeonato de Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cristiano Ronaldo cumprimenta FÃS IMAGINÁRIOS

Picanços no parque de estacionamento do E.Leclerc na Figueira da Foz acaba em acidente