in

Homem despede-se do seu melhor amigo que sofria de cancro

O laço que ligava um fotógrafo norte-americano e o seu cão foi cortado abruptamente em 2014, depois de 14 anos de uma vida feita lado a lado. Denali, um rafeiro adotado de um canil por Ben Moon em 1999, morreu devido a um cancro.

Para homenagear o seu companheiro de vida, Moon realizou uma curta-metragem cuja história é contada sob o ponto de vista de Denali. As cenas do filme foram gravadas nos locais onde cão e dono partilharam experiências inesquecíveis, graças ao estilo de vida nómada de Moon pelos Estados Unidos.

Em 2004, a relação entre os dois amigos sofre um grande abalo quando Moon é diagnosticado com cancro colorretal. “Estavámos a acampar em Joshua Tree quando o Ben desmaiou e começou a sangrar”, narra o fotógrafo como se fosse o cão a contar o sucedido. Moon e Denali ficaram sempre juntos mesmo depois de o dono ter ficado livre da doença. No ano passado, o cão foi também diagnosticado com cancro. Porém, devido à sua idade avançada, não foi possível lutar contra a doença. Denali dormiu a sua última noite ao colo do dono. Na manhã seguinte, Moon deslocou-se ao veterinário para que Denali fosse eutanasiado.

O filme emotivo que conta a história destes melhores amigos foi galardoado com dois prémios no 5Point Film Festival, nos Estados Unidos, incluindo o de melhor filme.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Assiste como alguns “espertos” fazem para que os pneus velhos pareçam novos

Escreveu esta música há 44 anos atrás, mas com esta versão não conseguiu conter as lágrimas