in

Ninguém parou para ajudar homem que caiu junto à estrada em Estarreja

Se há quem diga que esta pandemia pode recuperar a fé na humanidade… este tipo de notícias vêm provar o contrário.

Um homem caiu na berma da faixa de rodagem da Estrada Nacional (EN) 109, em Estarreja, na tarde deste domingo, após perder a força numa perna devido a uma hérnia discal, não tendo conseguido levantar-se sem auxílio.

Entretanto, vários condutores passaram por ele, desviando-se, mas ninguém parou para ajudar.

Quem denunciou o caso foi a própria GNR, que passou no local e detetou a situação. Aquela força policial alerta que “omissão de auxílio é crime e é aplicável ao cidadão comum”.

Depois de o homem ter sido colocado na posição lateral de segurança e de a via ter sido sinalizada, para impedir um atropelamento, os militares acionaram uma ambulância, via 112. Acabou por se apurar, depois, que o homem tinha perdido a força numa perna, durante uma caminhada.

A GNR de Ovar, lembra que a “omissão de auxílio é crime” e que quem recusar prestar assistência a vítimas, como aconteceu com os automobilistas que passaram na estrada nacional 109-5, em Estarreja, pode ser condenado. A GNR apenas fez o que lhe competia e o que devia ser feito por qualquer cidadão, porque não é só a Covid-19 que mata”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Vhils esculpiu Zeca Afonso no direto de Bruno Nogueira no Instagram

Novas caixas das TVs da Samsung podem ser reutilizadas para fazer casas para gatos