in

Mulher branca disse à polícia que era ameaçada por um homem negro. Vídeo mostrou o contrário

Um vídeo de uma mulher a chamar a polícia no Central Park, em Nova Iorque, nos EUA, tornou-se viral nas redes sociais. Nas imagens podemos ouvir um homem chamado Christian Cooper a dizer que estava a observar pássaros no local e pediu para que a mulher colocasse a coleira no seu cão (regra obrigatória no parque).

A mulher, chamada Amy, pegou no telefone e disse que estava a ligar para a polícia: “Há um homem afro-americano aqui, eu estou no Central Park. Ele está a filmar-me, ameaçando-me a mim e ao meu cão“.

Em entrevista para a emissora NBC, a mulher disse que não é racista e pediu desculpas, reconhecendo que exagerou na reação. Após a repercussão do caso, a Franklin Templeton, empresa onde Amy trabalhava, anunciou a sua demissão.

O mayor de Nova Iorque, Bill de Blasio, classificou a atitude como “racismo, puro e simples“. “Ela chamou a polícia PORQUE ele é um homem negro. Mesmo que ela tenha violado as regras. Ela decidiu que ele era o criminoso e nós sabemos o porquê. Esse tipo de ódio não tem lugar na nossa cidade“, escreveu Bill de Blasio no seu Twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recriaram o “Meme do Caixão” durante um direto da CMTV na praia

Foi encontrado um chão em mosaico romano numa vinha no norte de Itália