in ,

Nadadora Lia Thomas tornou-se na 1ª mulher transgénero a ser campeã universitária

A participação da atleta em provas femininas abriu uma polémica no desporto norte-americano

A nadadora Lia Thomas fez história esta semana nos Estados Unidos ao tornar-se a primeira mulher transgénero a vencer uma prova do NCAA, a principal liga universitária do país.

Apesar da vitória na prova das 500 jardas livres, Thomas admitiu:

“Não tinha muitas expectativas para esta prova. Estava apenas feliz por estar aqui e competir da melhor forma que conseguisse”.

Lia Thomas nasceu William Thomas e decidiu fazer a transição para o sexo feminino durante a pandemia. Para poder competir com outras mulheres, ela teve de se submeter ao tratamento de diminuição de testosterona.

A inclusão da nadadora transgénero nas disciplinas femininas tem gerado discórdia no desporto norte-americano. Segundo o “The Guardian”, duas dezenas de pessoas juntaram-se à porta do local onde se realizou a prova carregando cartazes a dizer “Salvem os Desportos Femininos”.

Entretanto a internet tem reagido e dado algumas opiniões sobre o tema


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.