in

Vestido submerso no Mar Morto transforma-se em obra de arte salgada

Artista deixa vestido no mar durante 2 meses e o resultado é uma incrível obra de arte cristalizada pelo sal

O artista israelita Sigalit Landau nasceu em Jerusalém e desde a infância que mantém uma relação especial de reverência pelo Mar Morto.

No seu último projeto, que é ao mesmo tempo uma série fotográfica e uma escultura, resolveu submergir um vestido preto no Mar Morto.

Em 2 meses mergulhou várias vezes para fotografar o processo de salinização do vestido, acompanhando a cristalização gradual do sal.

+ VÊ TAMBÉM: 33 Snapchats que vão tornar a história da arte engraçada outra vez

O resultado é uma escultura impressionante composta do mais puro sal, numa série de oito fotografias que denominou “Noiva de Sal”.

Para quem tiver em Londres, o trabalho está exposto no Marlborough Contemporary até ao dia 3 de setembro.

Confere as fotos espetaculares:

salt-dress-dead-sea-salt-bride-sigalit-landau-13

salt-dress-dead-sea-salt-bride-sigalit-landau-3

salt-dress-dead-sea-salt-bride-sigalit-landau-12

salt-dress-dead-sea-salt-bride-sigalit-landau-6

salt-dress-dead-sea-salt-bride-sigalit-landau-5

salt-dress-dead-sea-salt-bride-sigalit-landau-16

salt-dress-dead-sea-salt-bride-sigalit-landau-4

salt-dress-dead-sea-salt-bride-sigalit-landau-8

Vídeo do palhaço assassino: Ele voltou a espalhar o terror nas ruas

Rémi Gaillard demonstra como seria um safari humano