in

Mondego vai ter 11 km de passadiços junto ao rio

Os Passadiços do Paiva receberam esta quinta-feira, 28 de novembro, o prémio máximo dos Óscares do Turismo: o de Melhor Atracção Turística do Mundo de Aventura. Isto confirma-nos que nós por cá valorizamos estas estruturas de madeira e também sabemos bem onde as erguer.

É por isso que a empresa que criou estes magníficos passadiços, a Carmo Wood, vai agora trabalhar no projeto de cerca de três milhões de euros, desta vez na Guarda: os Passadiços do Mondego.

A autarquia explicou que o projeto deverá estar concluído “no prazo de um ano e meio ou, no máximo, de dois anos”.

O projeto prevê um itinerário pelas margens do rio Mondego de cerca de 11 quilómetros e que passará por Videmonte, Trinta e Vila Soeiro, terminando na Barragem do Caldeirão.

De acordo com a autarquia, os passadiços vão aproveitar aproveitando caminhos já existentes e integrar zonas de travessia, passadiços e de pontes suspensas, Vai poder visitar zonas como o Miradouro do Mocho Real, as antigas fábricas de lanifícios e de produção de eletricidade, entre outros locais, beneficiando as freguesias de Videmonte, Maçainhas, Meios, Aldeia Viçosa e as Uniões de freguesia de Trinta e Corujeira e Mizarela, Pero Soares e Vila Soeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

E.T. reencontra Elliot 37 anos depois

O desafio que poucos homens conseguem fazer