in ,

Mulher de 103 anos sobrevive ao vírus e celebra com uma cerveja fresquinha

Uma avó polaco-americana de 103 anos sobreviveu ao coronavírus, quando a família já não o esperava e até se tinha ido despedir dela.

Ao fim de vinte dias, Jennie Stejna reacordou para a vida e celebrou com uma cerveja Bud Light bem fresca.

A 3 de maio, a família foi despedir-se dela. Perguntaram-lhe se estava pronta a ir para o céu e ela disse que sim. Mas um dia depois tinha havido uma reviravolta. Stejna acordou, declarou que já não estava doente, e mandou toda a gente sair do quarto, pois estavam a maçá-la.

Jennie trabalhou até aos 80 anos e tem uma vontade forte. Embora esteja legalmente cega neste momento, continua a acompanhar os Red Sox, a sua equipa de basebol preferida.

No dia 13, quando ficou oficialmente curada e família pôde finalmente celebrar, passaram-lhe uma Bud Light para as mãos. Provou e disse: “Ooh, está fresca. É bom quando está fresca.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este homem faz entregas do Uber Eats a pé para alimentar a família

Cumpriu 37 anos por crime que não cometeu e agora é favorito no America’s Got Talent