in

Militar da GNR imobiliza brasileiro nas finanças com um “mata-leão”

Este incidente aconteceu na repartição das finanças do Montijo, quando um cidadão fazia um direto para o Facebook e foi aborado pelo militar.

Jair Costa, um cidadão Brasileiro, estava a fazer um direto para o facebook onde falava sobre o serviço de finanças e o que estava lá a fazer.
Jair começa a contar que o polícia que estava lá dentro disse que ele teria de sair do edíficio por estar a perturbar a ordem pública, ao mesmo tempo que lhe aponta a câmara. Sem tempo para dizer mais nada, o militar à civil agarra-o. O homem pede para o soltar, mas sem efeito, decide imobiliza-lo com uma técnica conhecida como “mata-leão”. Enquanto isso, continua a ordenar para que desligue a câmara e saia do edifício.
O homem não cedeu e o militar fê-lo desmaiar. Pouco depois é acordado e ouve-se o militar dizer:”A partir deste momento está detido. Chamem um carro da PSP, por favor”. A Inspeção-Geral da Administração Interna abriu um inquérito ao caso.
“A ministra da Administração Interna indicou na terça-feira à IGAI a realização de um inquérito para o apuramento de eventuais responsabilidades”.
A GNR anunciou também a abertura de um processo de inquérito para “averiguar as circunstâncias da detenção do cidadão para apuramento de eventuais responsabilidades”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Português internado por ter comido sushi

Salvador Sobral vence Eurovisão